Portal de antecipação de recebíveis é lançado pelo Governo Federal

Compartilhe!

O governo federal lança no dia 17 de Agosto um portal de antecipação de recebíveis, canal destinado para empresas que fornecem produtos e serviços para o governo Federal, num mercado estimado em cerca de 48 bilhões de reais por ano.

Portal de antecipação de recebíveis

O portal de antecipação de recebíveis foi nomeado de Antecipagov, e foi desenvolvido pelo Ministério da Economia. Ele permitirá que empresas possam pedir adiantados até 70% de valores a receber. A proposta então será repassada a instituições financeiras que, por sua vez, poderão apresentar ofertas de prazos e taxas de juros.

Segundo Elber Fabrício Laranja, cofundador da fintech de Campinas Antecipa Fácil, que participou das provas de conceito da plataforma com o ministério, a expectativa é de que o modelo apresente aos tomadores taxa de juro de 0,5% a 2% ao mês, dependendo de prazos e características dos contratos.

“Com as garantias próprias de um modelo como esse, deve ser uma grande reforço para empresas, especialmente as que estão com muita pressão de liquidez devido à crise”

Elber Fabrício Laranja – Antecipa Fácil

O objetivo inicial do ministério era que as transações ocorressem no modelo de leilão reverso, por meio do qual ganharia a transação aquele que ofertasse a menor taxa. Mas os bancos foram contra esse modelo. Desta forma, o tomador terá a opção de contratar a oferta que considerar melhor.

Portal de antecipação de recebíveis aumenta concorrência com os bancos

Os bancos, porém, terão a concorrência de outros grupos, como fundos de investimentos, cooperativas de crédito, uma vez que o funding poderá ser fornecido por qualquer instituição financeira autorizada a funcionar pelo BC, mesmo que não seja regulada.

Segundo o Ministério da Economia, há cerca de 56 bilhões de reais em contratos ativos passíveis de serem alvos de servirem como garantia para pedidos de antecipação por meio do portal. Deste montante, cerca de 12 bilhões de reais estão distribuídos entre seis mil empresas com capital social de até 5 milhões de reais.

Fonte: Reuters

Para Assessoria Jurídica em Regulação para Fintech, contate nossos Advogados

Para mais informações ou se tiver dúvidas sobre Aspectos Regulatórios e Compliance para Fintech: Assessoria Jurídica BACEN e COAFAnálise Regulatória CVM, Análise de Risco KYC/KYE, Due Diligence GAFI/FATF e Compliance PLDFT (Prevenção a Lavagem de Dinheiro e Financiamento ao terrorismo – AML – AntiMoney Laundering), entre em contato pelo e-mail contato@blconsultoriadigital.com.br  ou fale com um Advogado online agora.

BL Consultoria e Advocacia Digital

Escritório jurídico voltado para o mundo conectado que busca auxiliar empresas e startups a desenvolverem seus projetos (Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação) de forma ética e eficiente com atuação especializada em Direito Digital e Análise Regulatória para novas tecnologias. Estamos localizado em dois endereços: em São Paulo-SP, na Av. Paulista, 575 – conjunto 1903 – Bela Vista, CEP 01311-911 e em Campinas-SP, na Rua Antônio Lapa, 280 – 6o andar, Cambuí. Para mais informações ou consultoria jurídica com nossos advogados, agende uma reunião pelo link ou ligue  +55 11 3090 5979.


Compartilhe!
Marcações: