Walmart é acusado de violação de dados pessoais e pode ser multado por infração às regras da CCPA

Compartilhe!

O Walmart se tornou a mais recente empresa de grande nome e reputação de mercado a ser acusada de violar os novos regulamentos de proteção de dados da Califórnia – CCPA (Lei de Privacidade do Consumidor da Califórnia). A empresa é investigada por violação de dados pessoais e pode ser multada por infração às regras da CCPA, dependendo do andamento do processo.

Walmart é acusado de violação de dados pessoais CCPA
Walmart é acusado de violação de dados pessoais e pode ser multado por infração às regras da CCPA

A empresa gigante do varejo americado é objeto de uma reclamação por violação de dados pessoais. Na alegação consta que os clientes agora enfrentam “graves e significativos danos” após um incidente não especificado.

O nome dos clientes, endereços, dados financeiros, além de outras informações, estavam no centro dos ataques, de acordo com o processo apresentado no Tribunal Distrital dos EUA no Distrito Norte da Califórnia.

“Como resultado das ações e inações ilícitas dos réus, as informações dos clientes foram roubadas. Muitos clientes do Walmart tiveram suas informações indiduais privadas comprometidas, tiveram seus direitos de privacidade violados, foram expostos ao risco de fraude e identificaram roubo e sofreram danos ”

(…)

“Além disso, apesar do fato das contas estarem disponíveis para venda na dark web, e o site do Walmart conter várias vulnerabilidades graves através das quais os dados foram obtidos, o Walmart falhou em notificar seus clientes que seus dados foram roubados”.

Processo apresentado no Tribunal Distrital dos EUA no Distrito Norte da Califórnia, onde Walmart é acusado de violação de dados pessoais
CCPA violação de dados pessoais
Walmart é acusado de violação de dados pessoais e pode ser multado por infração às regras da CCPA

Embora atualmente não se saiba quantos clientes foram afetados pelo incidente, o documento afirma que o número é “pelo menos na casa dos milhares”.

Se os danos máximos da Lei de Privacidade do Consumidor da Califórnia (CCPA) forem concedidos, isso significa uma multa de US$ 750 por cliente.

O Walmart pretende defender as reivindicações feitas contra ele na justiça.

Fonte: Infosecurity Magazine e Compliance Week

Sobre a CCPA e violação de dados pessoais

A nova Lei de Privacidade do Consumidor da Califórnia, CCPA, entrou em vigor no início de 2020, mas a sua aplicação teve início em 1º de julho deste ano. Ela traz novos poderes semelhantes ao GDPR para que os indivíduos exijam que as empresas não compartilhem seus dados com terceiros e revelem quais informações eles mantêm os titulares dos dados.

Leia o Texto Final da Lei de Privacidade do Consumidor da Califórnia em nosso blog:

Quer saber mais sobre Proteção de Dados? Confira os últimos artigos sobre o tema

LGPD PENAL

Nota Técnica da PGR afirma que LGPD Penal é prejudicial às investigações

O texto do Anteprojeto da LGPD Penal, irá restringir o compartilhamento de informações entre investigadores e “afetará seriamente” as atividades do Ministério Público Federal, essa é a visão a…

anpd encarregado de dados

ANPD exige nomeação do encarregado de dados nas instituições da Administração Pública, conforme IN nº 117

A ANPD (Autoridade Nacional de Proteção de Dados) começa a exigir que órgãos e entidades da Administração Pública Federal direta, autárquica e fundacional indiquem, até o próximo dia 20, o …

violação à GDPR

Transportadora aérea tem dados pessoais de clientes vazados e recebe multa por violação à GDPR

A Cathay Pacific, transportadora aérea com sede em Hong Kong, foi considerada culpada, pela agência reguladora de segurança da informação do Reino Unido (Information Commissioner’s Office ou IC…

ataque cibernético

Fabricante de aviões sofre ataque cibernético

A EMBRAER, tomando por base à Instrução CVM nº 358, informou a seus acionistas e ao mercado que sofreu um ataque cibernético aos seus sistemas de tecnologia da informação, o que resultou na div…

baseada na LGPD

Senado lança regulamentação interna baseada na LGPD

O Senado começou a contar com uma regulamentação interna baseada na Lei Geral de Dados, que está em vigor desde setembro. Essa regulamentação é baseada no Ato 10/2020, assinado pelo presidente …

base na GDPR

Editora da revista Forbes na Hungria foi multada com base na GDPR

No mês de julho de 2020, a Autoridade Húngara de Proteção de Dados e Liberdade da Informação (Nemzeti Adatvédelmi és Információszabadság Hatóság) foi a responsável por multar a editora d…

Para Assessoria Jurídica e Adequação às leis de Proteção de Dados (LGPD, GDPR e CCPA) contate agora os nossos Advogados

Para mais informações ou se tiver dúvidas sobre Direito Digital, em especial acerca dos temas: Proteção de Dados (LGPDGDPR & CCPA), Aspectos Regulatórios e Compliance de novas tecnologias, entre em contato pelo e-mail contato@blconsultoriadigital.com.br  ou fale com um Advogado online agora.

BL Consultoria e Advocacia Digital

Escritório jurídico voltado para o mundo conectado que busca auxiliar empresas e startups a desenvolverem seus projetos (Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação) de forma ética e eficiente com atuação especializada em Direito Digital e Análise Regulatória para novas tecnologias. Estamos localizado em dois endereços: em São Paulo-SP, na Av. Paulista, 575 – conjunto 1903 – Bela Vista, CEP 01311-911 e em Campinas-SP, na Rua Antônio Lapa, 280 – 6o andar, Cambuí. Para mais informações ou consultoria jurídica com nossos advogados, agende uma reunião pelo link ou ligue  +55 11 3090 5979.


Compartilhe!