Google altera Google Ad Manager para conformidade com CCPA e GDPR

Compartilhe!

O Google acaba de anunciar que fez uma alteração no Google Ad Manager para conformidade com CCPA e GDPR. Funding Choises, nome da plataforma de gerenciamento de consentimento (Consent Management Platform -CMP) do Google para editores que usam servidores de anúncios da empresa, agora pode lidar com solicitações da CCPA e GDPR, anunciou a gigante da tecnologia.

Os novos recursos anunciados permitem que os editores se comuniquem com os usuários para fins de conformidade a GDPR e CCPA, para que eles possam monetizar seu conteúdo on-line de uma maneira focada na privacidade. Eles também se baseiam nos recursos existentes das Funding Choises que permitem que os editores recuperem a receita perdida para os bloqueadores de anúncios (ad blockers) e busquem o consentimento do usuário para personalização de anúncios.

conformidade com CCPA e GDPR
Google altera Google Ad Manager para conformidade com CCPA e GDPR

O Google comunicou também que sua integração com o Quadro de Transparência e Consentimento da IAB Europa também está avançando (Interactive Advertising Bureau (IAB) Europe’s Transparency and Consent Framework (TCF) v2.0).

Opção para desativação do consentimento do uso de dados, conforme CCPA

Os editores podem ativar as Funding Choises para coletar solicitações de exclusão de residentes da Califórnia e cumprir a CCPA. Esta funcionalidade já está integrada ao Ad Manager para visitas na Web para computadores e dispositivos móveis.

“As funding choises detectam quando um usuário da Califórnia visita um site, mostra uma mensagem CCPA que permite ao usuário optar pela venda de suas informações pessoais e comunica as escolhas do usuário com os parceiros de publicidade do editor”, escreveu Vegard Johnsen, gerente de privacidade de produto sênior e segurança de anúncios no Google em uma postagem de blog.

conformidade com CCPA e GDPR
Google altera Google Ad Manager para conformidade com CCPA e GDPR

A aplicação da CCPA começou em 1º de julho de 2020. O regulamento de privacidade se aplica a certas empresas, mas a maioria dos editores precisa permitir que os consumidores da Califórnia optem por não receber transferências de dados de terceiros e possam demonstrar conformidade com os reguladores. Todas as empresas cobertas pela CCPA devem “[fornecer] um link claro na página inicial da Internet da empresa, intitulada ‘Não vender minhas informações pessoais’, para uma página da Internet que permita a um consumidor ou a uma pessoa autorizada pelo consumidor, optar por não vender as informações pessoais do consumidor “.

Fonte: Blog do Google Ads, Martechtoday

Para Assessoria Jurídica e Adequação às leis de Proteção de Dados (LGPD, GDPR e CCPA), contate agora os nossos Advogados

Para mais informações ou se tiver dúvidas sobre Direito Digital ou para saber mais sobre os serviços relativos à Revisão de Termos de Uso e Política de Privacidade de plataformas ou aplicativos, adequação às normas de Proteção de Dados (LGPDGDPR & CCPA), Aspectos Regulatórios e Compliance de novas tecnologias, entre em contato pelo e-mail contato@blconsultoriadigital.com.br  ou fale com um Advogado online agora.

BL Consultoria e Advocacia Digital

Escritório jurídico voltado para o mundo conectado que busca auxiliar empresas e startups a desenvolverem seus projetos (Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação) de forma ética e eficiente com atuação especializada em Direito Digital e Análise Regulatória para novas tecnologias. Estamos localizado em dois endereços: em São Paulo-SP, na Av. Paulista, 575 – conjunto 1903 – Bela Vista, CEP 01311-911 e em Campinas-SP, na Rua Antônio Lapa, 280 – 6o andar, Cambuí. Para mais informações ou consultoria jurídica com nossos advogados, agende uma reunião pelo link ou ligue  +55 11 3090 5979.


Compartilhe!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *