Febraban realiza pesquisa sobre segurança de dados no Brasil

LGPD para startups
segurança de dados ANPD sugestões para regular LGPD

A Federação Brasileira de Bancos (Febraban) realizou pesquisa sobre Segurança de Dados com 3 mil pessoas por todo o Brasil, em junho de 2021, e constatou que apenas 37% dos brasileiros afirmam conhecer “muito bem” ou “mais ou menos” a Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD), ao passo que  60% afirmou ter “ouvido falar” ou não conhece a legislação.

O entendimento declarado em relação à legislação que rege a proteção e a privacidade dos dados pessoais é maior no Sul do Brasil (62%) e menor no Nordeste (53%). Em relação à principal Lei que assegura o direito à privacidade e à proteção de dados pessoais, a LGPD, o conhecimento é inferior a 40% no Norte (35%), Nordeste (32%) e Centro Oeste (35%), e maior no Sudeste (41%) e Sul (40%).

Relatório da Pesquisa da Febraban
segurança de dados
Febraban realiza pesquisa sobre segurança na internet e LGPD – Recorte Regional

Além disso, a pesquisa demonstrou que a maior parte dos brasileiros já sofreu alguma tentativa de fraude de dados pessoais, ou golpe na internet, ou então conhece alguém que tenha passado por esse tipo de problema.

Por conseguinte, quando os entrevistados foram questionados sobre a Lei 14.155, a qual prevê punições mais severas para fraudes e golpes cometidos em meios eletrônicos, cerca de 36% dos entrevistados afirmam conhecer “bem” ou “mais ou menos”, enquanto que 61% afirmam “ter ouvido falar” ou “nunca ter tido acesso à legislação”.

Ainda de acordo com o presidente do Febraban, Isaac Sidney:

“Segurança digital é um tema que a sociedade precisa encarar de frente e já está fazendo, pois diariamente esses crimes afetam pessoas e empresas, ganham espaço no noticiário econômico, político e policial envolvendo não só o cidadão, mas também grandes corporações e instituições públicas e privadas”. 

Por fim, os entrevistados, ainda, relataram terem sido vítimas ou ter parentes que sofreram golpes online, como mensagens e ligações fraudulentas de dados pessoais ou bancários, pedidos de depósitos falsos, cobrança indevida em cartões de débito e crédito, invasão de e-mail e redes sociais e até a clonagem do WhatsApp.

Pesquisa da Febraban sobre LGPD e segurança de Dados

Para acessar a pesquisa na íntegra, clique no link.

Fonte: Febraban e Olhar Digital

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram
Time BL Consultoria
Time BL Consultoria
Time BL Consultoria Digital - Direito Digital e Análise Regulatória
Time BL Consultoria
Time BL Consultoria
Time BL Consultoria Digital - Direito Digital e Análise Regulatória

Posts Relacionados