Principal plataforma de negociações de NFT sofre ataque hacker

ataque hacker
ataque hacker

A principal plataforma de negociação de NFT (tokens não-fungíveis), o OpenSea, sofreu um ataque hacker que acabou deixando um prejuízo milionário para os seus colecionadores. Após o ataque, os usuários tiveram que realizar uma migração de seus NFTs para um novo contrato inteligente no blockchain.

Em síntese, é possível definir que NFT como um non fungible token, ou “token não fungível”. Nesse caso, os tokens são códigos numéricos com registro de transferência digital que garantem autenticidade aos seus donos. Dessa maneira, eles funcionam como itens colecionáveis, que não podem ser reproduzidos, mas sim transferidos. Ao contrário das criptomoedas, como o Bitcoin, e vários tokens utilitários, o NFT não é mutuamente intercambiável.

No ataque ao OpenSea, cerca de 17 usuários da plataforma acabaram sendo vítimas dos hackers, que utilizaram um ataque cibernético conhecido como phishing. Nesse tipo de ataque, os hackers fingem que utilizam essas plataformas por e-mail, solicitando senhas e dados pessoais a fim de possibilitar roubos.

Em manifestação no Twitter, o OpenSea se pronunciou pedindo cautela aos usuários antes de realizarem qualquer transferência entre as carteiras digitais. Além disso, as permissões de migração para um novo contrato inteligente foram revogadas.

No comunicado, a empresa também disse que está investigando de forma ativa se esses ataques cibernéticos estão relacionados ao OpenSea. Estima-se que as perdas já chegam em US$ 1,7 milhão de dólares e, de acordo com o CTO da plataforma, evidenciam a necessidade de educação no universo dos criptoativos, espalhando a ideia de que o cuidado é necessário dentro e fora do blockchain.

Fonte: FDR

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram
Luiz Jovelino
Luiz Jovelino
Graduando em Direito na Universidade Federal de Alagoas, experiência com estudos constitucionais. Atuou como trainee da empresa Júnior Legis. É estagiário na área de Compliance do BL Consultoria Digital.
Luiz Jovelino
Luiz Jovelino
Graduando em Direito na Universidade Federal de Alagoas, experiência com estudos constitucionais. Atuou como trainee da empresa Júnior Legis. É estagiário na área de Compliance do BL Consultoria Digital.

Posts Relacionados

Fale Conosco

Categorias

Assine nossa Newsletter

Confira Mais Conteúdos