Pular para o conteúdo

Whatsapp poderá ser utilizado para transferência bancária

whatsapp
Whatsapp poderá ser utilizado para transferência bancária

O Banco Central concedeu, nesta terça-feira (30), as permissões que possibilitam que o aplicativo de mensagens seja usado para a função de transferência bancária. O envio de recursos entre usuários através do aplicativo divide opiniões, porém as empresas usuárias do modelo do aplicativo para negócios, o Whatsapp Business, se mantêm otimistas com a possibilidade.

Segundo o BACEN, as operações poderão ser feitas a partir da data em que o Whatsapp disponibilizar a funcionalidade ao cliente com tarifa definida pelo aplicativo. Com a autorização, a empresa Facebook Pagamentos do Brasil funcionará como um “iniciador de pagamentos”. 

Os trâmites para a implementação dessa nova funcionalidade, já estavam em andamento desde o ano passado com o anúncio do Facebook, empresa proprietária do Whatsapp, em junho de 2020. No anúncio, a empresa também declara a expansão do seu negócio de pagamentos por vários países. 

Entretanto, após esse anúncio o BACEN decidiu suspender o funcionamento do serviço de transferências,  afirmando que: 

A motivação do BC para a decisão é preservar um adequado ambiente competitivo, que assegure o funcionamento de um sistema de pagamentos interoperável, rápido, seguro, transparente, aberto e barato.

BACEN

Agora, já com a autorização necessária, o Facebook adentra a categoria de Fintech e inicia os preparativos finais para disponibilizar a nova funcionalidade do Whatsapp, assim que possível.

Para que o usuário consiga utilizar o recurso será necessário realizar um cadastro do número do cartão de débito ou pré-pago de bandeiras Visa ou MasterCard. Dessa forma, a cada solicitação de transferência bancária, o aplicativo iniciará as transações entre contas nas instituições financeiras que o usuário já é credenciado. 

Fonte – Whatsapp: G1

Para Assessoria Jurídica BACEN, Análise Regulatória CVM, Análise de Risco KYC/KYE, Due Diligence e Compliance AML PLDFT para Fintech, contate nossos Advogados

Para mais informações ou se tiver dúvidas sobre Aspectos Regulatórios e Compliance para Fintechs: Assessoria Jurídica BACEN e COAFAnálise Regulatória CVM, Análise de Risco KYC/KYE, Due Diligence GAFI/FATF e Compliance PLDFT (Prevenção a Lavagem de Dinheiro e Financiamento ao terrorismo – AML – AntiMoney Laundering), entre em contato pelo e-mail [email protected]  ou fale com um Advogado online agora.

BL Consultoria e Advocacia Digital

Escritório jurídico voltado para o mundo conectado que busca auxiliar empresas e startups a desenvolverem seus projetos (Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação) de forma ética e eficiente com atuação especializada em Direito Digital e Análise Regulatória para novas tecnologias. Estamos localizado em dois endereços: em São Paulo-SP, na Av. Paulista, 575 – conjunto 1903 – Bela Vista, CEP 01311-911 e em Campinas-SP, na Rua Antônio Lapa, 280 – 6o andar, Cambuí. Para mais informações ou consultoria jurídica com nossos advogados, agende uma reunião pelo link ou ligue  +55 11 3090 5979.

Jaqueline Martins
Jaqueline Martins
Graduada em Jornalismo da Universidade Federal de Alagoas com formação técnica em informática e experiência em pesquisa acadêmica na área de Jornalismo e Informação. Atua como Assistente de Comunicação no BL Consultoria Digital.

Posts Relacionados

Fale Conosco

    Categorias

    Assine nossa Newsletter

    Olá, tudo bem? Como podemos te ajudar?