Fundadores de Fintech estão impedidos de realizar voto em assembleia

Compartilhe!

Os acionistas fundadores da Fintech Linx ficaram impedidos de votar na assembleia de investidores da companhia, a qual é responsável por analisar acordo para a incorporação da Fintech pela Stone e de analisar a proposta rival apresentada pela Totvs.

Fintech Ant Group

Com isso, a companhia enviou fato relevante ao mercado afirmando que a superintendência informou que entende que os acionistas fundadores “encontram-se impedidos” de votar na reunião, marcada para 17 de novembro.

Ainda no comunicado, a Linx afirma que os fundadores da companhia, Nércio José Monteiro Fernandes, Alberto Menache e Alon Dayan pretendem apresentar recurso ao entendimento da superintendência da CVM.

Fonte: Reuters

Para Assessoria Jurídica BACEN, Análise Regulatória CVM, Análise de Risco KYC/KYE, Due Diligence e Compliance AML PLDFT para Fintech, contate nossos Advogados

Para mais informações ou se tiver dúvidas sobre Aspectos Regulatórios e Compliance para Fintech: Assessoria Jurídica BACEN e COAFAnálise Regulatória CVM, Análise de Risco KYC/KYE, Due Diligence GAFI/FATF e Compliance PLDFT (Prevenção a Lavagem de Dinheiro e Financiamento ao terrorismo – AML – AntiMoney Laundering), entre em contato pelo e-mail contato@blconsultoriadigital.com.br  ou fale com um Advogado online agora.

BL Consultoria e Advocacia Digital

Escritório jurídico voltado para o mundo conectado que busca auxiliar empresas e startups a desenvolverem seus projetos (Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação) de forma ética e eficiente com atuação especializada em Direito Digital e Análise Regulatória para novas tecnologias. Estamos localizado em dois endereços: em São Paulo-SP, na Av. Paulista, 575 – conjunto 1903 – Bela Vista, CEP 01311-911 e em Campinas-SP, na Rua Antônio Lapa, 280 – 6o andar, Cambuí. Para mais informações ou consultoria jurídica com nossos advogados, agende uma reunião pelo link ou ligue  +55 11 3090 5979.


Compartilhe!
Marcações: